Músicas hispanas alejandro Sanz



Descargar 260.42 Kb.
Página6/6
Fecha de conversión28.10.2018
Tamaño260.42 Kb.
1   2   3   4   5   6

Estoy Aqui
Canção Original em Espanhol

Estou Aqui
Tradução Literal para o Português

Estou Aqui
Versão em Português

Composición: Shakira Mebarak / Album: Pies Descalzos / Año: 1996

Ya sé que no vendrás
todo lo que fué
El tiempo lo dejó atrás
Sé que no regresarás
lo que nos pasó
No repetirá jamás

Mil años no me alcanzarán


Para borrarte y olvidar

Y ahora estoy aquí


Queriendo convertir
los campos en ciudad
Mezclando el cielo con el mar
Sé que te dejé escapar
sé que te perdí
Y nada podrá ser igual

Mil años pueden alcanzar


(Mil años pueden alcanzar)
Para que puedas perdonar

(estribillo)


Estoy aquí queriéndote
Ahogándome entre
fotos y cuadernos
Entre cosas y recuerdos
Que no puedo comprender
Estoy enloqueciéndome
Cambiándome
un pie por la cara mía
Esta noche por el día que
nada le puedo yo hacer.

Las cartas que escribí


nunca las envié
No querrás saber de mí
No puedo entender
lo tonta que fuí
Es cuestión de tiempo y fe

Mil años con otros mil más


(mil años con otros mil más)
son suficientes para amar

(estribillo x2)

Si aún piensas algo en mí
sabes que sigo esperándote

(estribillo)


Estoy aquí queriéndote
Ahogándome entre
fotos y cuadernos
Entre cosas y recuerdos
Que no puedo comprender
Estoy enloqueciéndome
Cambiándome
un pie por la cara mía
Esta noche por el día
Que nada le puedo yo hacer (x2)

Estoy aquí queriéndote,


Estoy enloqueciéndome

Estoy aquí queriéndote,


Estoy enloqueciéndome
Cambiándome

Já sei que não virás
tudo o que foi
o tempo deixou para trás
Sei que você não regressará
o que nos passou
não se repetirá jamais

Mil anos não me serão suficientes


para te apagar e esquecer

E agora estou aqui


Querendo converter
os campos em cidade
mesclando o céu com o mar
Sei que te deixei escapar
Sei que te perdi
E nada poderá ser igual

Mil anos podem ser suficientes,


(mil anos podem ser suficientes)
para que você possa perdoar

(refrão)


Estou aqui te querendo
Me afogando entre
fotos e cadernos
Entre coisas e lembranças
Que não posso compreender
Estou me enlouquecendo
Trocando
um pé por minha cara
Esta noite pelo dia que
nada eu posso fazer

As cartas que escrevi


nunca as enviei
Você não iria querer saber de mim
Não posso entender
a estúpida que fui
É questão de tempo e fé

Mil anos e outros mil mais


(Mil anos e outros mil mais)
São suficientes para amar

(refrão x2)

Se ainda pensa algo em mim
sabe que eu continuo te esperando

(refrão)
Estou aqui te querendo


Me afogando entre
fotos e cadernos
Entre coisas e lembranças
Que não posso compreender
Estou me enlouquecendo
Trocando
um pé por minha cara
Esta noite pelo dia que
nada eu posso fazer (x2)

Estou aqui te querendo


Estou me enlouquecendo

Estou aqui te querendo


Estou me enlouquecendo
Trocando

Eu sei que não dá mais
Tudo se passou
O tempo já ficou pra trás
Sei que nada vai voltar
Ao que um dia foi
Nunca se repetirá

Mil anos não me bastará


para curar meu coração

E agora estou aqui


Querendo transformar
dormir e acordar
Trocando a terra pelo mar

Sei que te deixei escapar


Sei que te perdi
Nada mais vai ser igual

Mil anos podem me bastar


Para você me perdoar

(refrão) Estou aqui


E sem você, sonhando
Entre fotos e cadernos
Entre coisas que não quero e
Não posso compreender
Estou enlouquecendo eu sei
Andando nesta sua armadilha
Troco a noite pelo dia, porque
Nada eu posso fazer

E tudo que escrevi


Nunca te mandei
Você não quer saber de mim
Não posso entender
A tonta que fui
É questão de tempo e fé

Mil anos e outros mil mais


São o bastante para amar

(refrão x2)

Se você ainda pensa em mim
é porque vivo para você

(refrão) Estou aqui


E sem você, sonhando
Entre fotos e cadernos
Entre coisas que não quero e
Não posso compreender
Estou enlouquecendo eu sei
Andando nesta sua armadilha
Troco a noite pelo dia, porque
Nada eu posso fazer

http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/estoy_aqui.jpg

Ciega, sordomuda Cega, surda-muda

Composición: Shakira Mebarak


Album: ¿Dónde están los ladrones?
Año: 1998

http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/ciega.jpg




Se me acaba el argumento y la metodología
Cada vez que se aparece frente a mí tu anatomía
Por que este amor ya no entiende
De consejos ni razones
Se alimenta de pretextos y le faltan pantalones

Este amor no me permite estar en pie


Por que ya hasta me ha quebrado los talones
Aunque me levante, volveré a caer
Si te acercas nada es útil para esta inútil

(estribillo) Bruta, ciega, sordomuda,


torpe, traste y testaruda,
Es todo lo que he sido,
por ti me he convertido
en una cosa que no hace otra cosa más que amarte
Pienso en ti día y noche
y no se como olvidarte
Ay,ay,ay,ay,ay,ay,ay...(2x)

Cuántas veces he intentado


enterrarte en mi memoria
Y aunque diga ya no más
es otra vez la misma historia
Por que este amor siempre sabe
hacerme respirar profundo
Ya me trae por la izquierda
y de pelea con el mundo

Si pudiera exorcizarme de tu voz


Si pudiera escaparme de tu nombre
Si pudiera arrancarme el corazón
Y esconderme para no sentirme nuevamente...

(estribillo)


Ay,ay,ay,ay,ay,ay,ay...(2x)

Ojerosa, flaca, fea, desgreñada,


Torpe, tonta, lenta, nécia, desquiciada,
Completamente descontrolada
Tú te das cuenta y no me dices nada
Se me ha vuelto la cabeza un nido
Donde solamente tu tienes asilo
Y no me escuchas lo que te digo
Mira bien lo que vas a hacer conmigo

(estribillo x3)



Acabam o meu argumento e a minha metodologia
Cada vez que aparece frente a mim sua anatomia
Porque este amor já não entende
de conselhos nem razões
Se alimenta de pretextos e lhe faltam calças.

Este amor não me permite estar em pé


Porque até já me quebrou os calcanhares
Ainda que eu me levante, tornarei a cair
Se você se aproxima, nada é útil pra esta inútil

(refrão) Rude, cega, surda-muda,


lesa, imprestável e teimosa
É tudo o que eu tenho sido
Por você me convertido em uma coisa
que não faz outra coisa além de amar você.
Penso em você dia e noite
E não sei como te esquecer
Ai,ai,ai,ai,ai,ai,ai...(2x)

Quantas vezes tentei


enterrar você em minha memória
E mesmo que eu diga já não mais
é outra vez a mesma história.
Porque este amor sempre sabe
me fazer respirar profundo
Me trazendo pela esquerda
E brigando com o mundo.

Se eu pudesse exorcisar-me da sua voz


Se eu pudesse escapar do seu nome
Se eu pudesse arrancar meu coração
E esconder-me pra
não me sentir novamente...

(refrão)


Ai,ai,ai,ai,ai,ai,ai...(2x)

Horrorosa, fraca, feia, desgrenhada,


lesa, tonta, lenta, idiota, desengonçada
Completamente descontrolada
Você percebe e não me diz nada
Vê que minha cabeça virou um ninho
Onde apenas você tem abrigo
E não escuta o que eu digo
Veja bem o que vai fazer comigo.

(refrão x3)




Compartir con tus amigos:
1   2   3   4   5   6


La base de datos está protegida por derechos de autor ©composi.info 2017
enviar mensaje

    Página principal
Documentos