Músicas hispanas alejandro Sanz



Descargar 260.42 Kb.
Página2/6
Fecha de conversión28.10.2018
Tamaño260.42 Kb.
1   2   3   4   5   6



Canción para mi muerte Canção para minha morte

Composición: Sui Generis


Album: Vida
Año: 1972 - el primer LP del grupo
Curiosidad: Sui Generis fue un dúo argentino de música rock, que tuvo como miembros a Charly García en piano y voces, Nito Mestre en la flauta y voz. Disfrutó de una gran fama y popularidad durante la primera mitad de la década del 1970, algo que ha perdurado hasta el presente. Sui Generis se separó el 5 de septiembre de 1975 y a pesar de los conciertos que se dieron en 1980 y 2001 se descarta la reunión del dúo.
El 7 de diciembre de 2001, Sui Generis volvía en vivo con un show multitudinario en el Estadio de Boca Juniors donde se tocaron más de 40 temas, en que Fito Paéz fue invitado a tocar.

Hubo un tiempo que fue hermoso
Y fui libre de verdad
Guardaba todos mis sueños
En castillos de cristal
Poco a poco fui creciendo
Y mis fábulas de amor
Se fueron desvaneciendo
Como pompas de jabón

Te encontraré una mañana


Dentro de mi habitación
Y prepararás la cama
Para dos

Es larga la carretera


Cuando uno mira atrás
Vas cruzando las fronteras
Sin darte cuanta quizás
Tómate del pasamanos
Porque antes de llegar
Se aferraron mil ancianos
Pero se fueron igual

Te encontraré una mañana


Dentro de mi habitación
Y prepararás la cama
Para dos

Quisiera saber tu nombre


Tu lugar, tu dirección
Y, si te han puesto teléfono
También tu numeración
Te suplico que me avises
Si me vienes a buscar
No es porque te tenga miedo
Sólo me quiero arreglar

Te encontraré una mañana


Dentro de mi habitación
Y prepararás la cama
Para dos (x2)

Houve um tempo que foi belo
E fui livre de verdade
Guardava todos os meus sonhos
Em castelos de cristal
Pouco a pouco fui crescendo
E minhas fábulas de amor
Foram-se desvanecendo
Como bolhas de sabão

Te encontrarei uma manhã


Dentro de meu quarto
E prepararás a cama
Para dois.

É longa a estrada


Quando se olha para trás
Vais cruzando as fronteiras
Sem te dar conta que talvez
Toma o corrimão
Porque antes de chegar
Se obstinaram mil anciãos
Mas se foram igual.

Te encontrarei uma manhã


Dentro de meu quarto
E prepararás a cama
Para dois

Queria saber o teu nome


Teu lugar, teu endereço
E se colocaram telefone
Também teu número
Te suplico que me avises
Se vens me procurar
Não é porque eu tenha medo de ti
Só quero me arrumar

Te encontrarei uma manhã


Dentro de meu quarto
E prepararás a cama
Para dois (2x)



http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/chavo_del_ocho.jpg


Chavo del Och
o (Chaves)

Origen de la serie: México
Curiosidad: El primer capítulo del programa "El Chavo del Ocho" lo transmitieron el 20 de junio de 1970 (según http://www.chavodel8.com).



La Juguetería
Canção Original em Espanhol

A Loja de Brinquedos
Tradução Literal para o Português

A todo niño le gustaría,
vivir en una juguetería,
y por las noches en cada sueño,
de mil juguetes sería el dueño.

Velocípedos, carritos y patines,


columpios y volantines.
Las pinturas de colores en su estuche,
y un osito de peluche.
Una casa de muñecas amueblada,
y un avión para volar.

Cosas grandes, cosas chicas,


bicicletas o canicas,
todo sirve cuando es hora de jugar.

(estribillo) A jugar, a jugar,


jugaremos, jugaremos sin parar.
A jugar, a jugar,
jugaremos, jugaremos sin parar.
A jugar, a jugar,
jugaremos, jugaremos sin parar.
A jugar, a jugar,
jugaremos, jugaremos sin parar.

Las muñecas en su cuna de madera


y después en la andadera
Soldaditos de vistosos uniformes
en ejércitos enormes
Una estufa para hacer la comidita
y un balón para patear

Cosas grandes, cosas chicas,


bicicletas o canicas,
todo sirve cuando es hora de jugar.

A jugar, a jugar,


jugaremos, jugaremos sin parar.
A jugar, a jugar,
jugaremos, jugaremos sin parar.
A jugar, a jugar,
jugaremos, jugaremos sin parar

Toda criança adoraria
morar em uma loja de brinquedos
e durante as noites em cada sonho
de mil brinquedos seria o dono

Velocípedes, carrinhos e patins


balanços e pipas
As tintas coloridas em seu estojo,
e um ursinho de pelúcia,
Uma casa de bonecas mobiliada
e um avião para voar

Coisas grandes, coisas pequenas,


bicicletas ou bolinhas de gude,
tudo serve quando é hora de brincar

(refrão) A brincar, a brincar,


brincaremos, brincaremos sem parar
A brincar, a brincar,
brincaremos, brincaremos sem parar
A brincar, a brincar,
brincaremos, brincaremos sem parar
A brincar, a brincar,
brincaremos, brincaremos sem parar

As bonecas em seu berço de madeira


e depois no andador
Soldadinhos de vistosos uniformes
em exércitos enormes
um fogão para fazer a comidinha
e uma bola pra chutar

Coisas grandes, coisas pequenas,


bicicletas ou bolinhas de gude,
tudo serve quando é hora de brincar

A brincar, a brincar,


brincaremos, brincaremos sem parar
A brincar, a brincar,
brincaremos, brincaremos sem parar
A brincar, a brincar,
brincaremos, brincaremos sem parar




http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/la_jugueteria.jpg

A Brincar
Versão em Português para o episódio de Natal
(1976 - La Navidad y Año Nuevo, los Juguetes)




A Brincar

Nova versão dublada em Português, de 1980




Toda criança adoraria
viver brincando todo dia
Em cada noite, em cada sonho
de mil brinquedos seria o dono

Velocípedes, patins e patinetes


tamborins e marionetes
Uma caixa de lápis coloridos
e um ursinho lindo
Uma casa de bonecas completinha
e um avião para voar!

Coisas grandes, pequeninas


bicicletas, bailarinas
Tudo serve quando é hora de brincar!

(refrão) A brincar, a brincar


brincaremos, brincaremos sem parar (x4)

A boneca de cavalo cavalgando


e de bicicleta andando, pois é
Soldadinhos em vistosos uniformes
e em exércitos enormes
Um forninho pra fazer a comidinha
e uma bola pra chutar!

Coisas grandes, pequeninas


bicicletas, bailarinas
Tudo serve quando é hora de brincar!

(refrão x3)



Todo menino adoraria
viver na loja que bom seria
Viver sonhando sem dor, sem medo
Aproveitando cada brinquedo

Velocípede, carrinho, patinete


muita diversão promete
A pintura colorida e relusente
ou um ursinho assim bem contente
ou então uma casa de bonecas para brincar
e um avião para voar

Coisas grandes, pequeninas


Para meninos, e meninas
Mas tudo serve quando é hora de brincar

(refrão) Vem brincar, vem brincar


Brincaremos, brincaremos sem parar (x4)

A boneca vem da cavalgada


ou então motorizada
Soldadinhos com vistosos uniformes
em exércitos enormes
um fogão para fazer a comidinha
E uma bola pra chutar

Coisas grandes, pequeninas


Para meninos, e meninas
Mas tudo serve quando é hora de brincar

(refrão x5)





Buenas Noches Vecindad

Canção Original em Espanhol

(Perteneciente a la temporada de 1978.)

Boa Noite Vizinhança
Tradução Literal para o Português
http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/chavo_del_ocho1.jpg

Boa Noite Vizinhança

Versão feita para o episódio do Brasil,
dublado em Português


Cuántas veces como ahora
la reunión se prolongó
hasta que llego la aurora
y nos sorprendió

Las estrellas son testigos


del amor y la amistad
Buenas noches mis amigos
buenas noches vecindad

Decir adiós sería tonto


un hasta pronto sólo será
Buenas noches mis amigos
buenas noches vecindad

Prometamos despedirnos


sin decir adiós jamás
pues habremos de reunirnos muchas veces más

Hasta pronto compañeros,


otra vez regresarán
los momentos placenteros
para compartir el pan

Decir adiós sería tonto


un hasta pronto sólo será
Buenas noches mis amigos
buenas noches vecindad

Quantas vezes como agora
a reunião se prolongou
até que chegou a aurora
e nos surpreendeu

As estrelas são testemunhas


do amor e da amizade
Boa noite, meus amigos
Boa noite, vizinhança

Dizer adeus não teria sentido


será somente um até logo
Boa noite, meus amigos
Boa noite, vizinhança

Prometamos nos despedir


sem dizer adéus jamais
pois haveremos de nos reunir
muitas vezes mais

Até logo companheiro


outra vez regrassarão
os momentos prazeroso
para compartilhar o pão

Dizer adeus não teria sentido


será somente um até logo
Boa noite, meus amigos
Boa noite, vizinhança

Quantas vezes como agora
a reunião se estendeu
até que chegou a aurora
e nos surpreendeu

As estrelas testemunham


nosso amor e semelhança
Boa noite, meus amigos
Boa noite, vizinhança

Prometemos despedirmos


sem dizer adeus jamais
pois haveremos de nos reunirmos
muitas vezes mais

Quantas vezes como agora


a reunião se estendeu
até que chegou a aurora
e nos surpreendeu

As estrelas testemunham


nosso amor e semelhança
Boa noite, meus amigos
Boa noite, vizinhança

Prometemos despedirmos


sem dizer adeus jamais
pois haveremos de nos reunirmos
Muitas, muitas vezes mais



Joven Aún
Canção Original em Espanhol

Jovem Ainda
Tradução Literal para o Português

Se você é jovem ainda
Versão feita para o episódio do Brasil,
dublado em Português


(estribillo)
Si tu eres joven aún,
joven aún, joven aún
mañana viejo serás,
viejo serás, viejo serás,
a menos que con afán,
que con afán conserves
tus inquietudes
y así nunca envejecerás.

Jóvenes hay de ochenta


y tantos años,
y viejos hay que tienen dieciséis
porque vejez no significa arrugas,
y juventud no implica candidez.

(estribillo)

Un joven es aquel
que vive limpio,
con un ideal y metas que alcanzar;
anciano es quien pierde la pureza,
anciano es quien deja de estudiar.

(estribillo)

Los viejos no resisten los fracasos,
no pueden ya volver a comenzar;
el joven que tropieza en el camino,
con prontitud se vuelve a levantar.

(estribillo)

Ñoño: Miren, miren,
ahí viene el Doctor Chapatín;
es el viejo más joven que conozco.
Dr. Chapatín: Pues tu lo dirás por Petra, pero la chismosa es Juana.
Ñoño: Oiga Doctor Chapatín,
¿y como cuántos años tiene?
Dr. Chapatín: ...¡todos!,
pero... si tu eres joven aún...

... joven aún, joven aún


mañana viejo serás,
viejo serás, viejo serás,
a menos que con afán,
que con afán conserves,
tus inquietudes
y así nunca envejecerás.

(refrão)
Se você é jovem ainda,
jovem ainda, jovem ainda
Amanhã velho será,
velho será, velho será
A menos que com afã
que com afã você conserve
suas inquietudes
E assim você nunca envelhecerá

Jovens há de oitenta


e tantos anos
E velhos há que têm dezesseis
Porque velhice não
significa rugas
e juventude não implica ingenuidade

(refrão)

Um jovem é aquele
que vive limpo
com um ideal e metas a alcançar
ancião é quem perde a pureza
ancião é quem deixa de estudar

(refrão)

Os velhos não resistem aos fracassos
não podem mais voltar a começar
o jovem que tropeça no caminho
com prontidão volta a levantar

(refrão)


Nhonho: -Olhem, olhem, aí vem o Dr. Chapatin
é ele o velho mais jovem que conheço!
Dr. Chapatin: - Pois você dirá isso por Petra, mas a mexeriqiera é a Joana
N: - Ouça, Dr. Chapatin, quantos anos o senhor tem?
Dr.: - Todos! Mas, se você é jovem ainda...

...jovem ainda jovem ainda


Amanhã velho será, velho será, velho será
A menos que o coração, que o coração sustente
A juventude, que nunca morrerá!

http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/chavo_del_ocho2.jpg

(refrão)
Se você é jovem ainda,
jovem ainda, jovem ainda
Amanhã velho será,
velho será, velho será
A menos que o coração,
que o coração sustente
A juventude,
que nunca morrerá!

Existem jovens de oitenta


e tantos anos
E também velhos
de apenas vinte e seis
Porque velhice não
significa nada
E a juventude volta
sempre outra vez!

(refrão)

E você é
tão jovem quanto sente
Pode apostar:
é jovem pra valer
E velho é quem perde a pureza
E também é
quem deixa de aprender!

(refrão)

Não diga não
à vida que te espera
Pra festejar
a alegria de viver
Pra agradecer
a luz do seu caminho
E você vai com isso entender!

(refrão)


Nhonho: -Olha, olha turma, o Dr. Chapatin
é o velho mais jovem que eu conheço!
Dr. Chapatin: - Eu não sou velho viu eu sou só uma pessoa vivida.
N: - Dr. Chapatin, quantos anos o senhor tem hein?
Dr.: - Eu? Todos mas isso não te interessa, viu?

...jovem ainda jovem ainda


Amanhã velho será, velho será, velho será
A menos que o coração, que o coração sustente
A juventude, que nunca morrerá!

Que Bonita Vecindad
Canção Original em Espanhol

Que Bonita Vizinhança
Tradução Literal para o Português

Que bonita Sua Roupa
Versão feita para o episódio do Brasil,
dublado em Português


(estribillo)
Que Bonita Vecindad
Que Bonita Vecindad
Es la vecindad del Chavo
(Eso, eso, eso, eso)
No valdrá medio centavo
Pero es linda de verdad

Mi nombre es El Chavo


Toda mi ropa es un auténtico remiendo
A veces no me lavo
Y hago maldades pero sin querer queriendo

(estribillo)

El ricachón es Quico
Que cachetón y feo es el pobre chico
Pero la más ladina
Sin duda alguna
la tremenda Chilindrina

(estribillo)

El professor visita la vecindad como buscando si habrá boda
Y "Rón Damón"¹ no evita
los golpes que Doña Florinda
le acomoda

(estribillo)



http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/bruja_del_71.jpg

La Popis es muy boba


La Bruja do 71 con su escoba
Y del pilón el Ñoño, aquel que del Señor Barriga es el retoño
(estribillo) Que Bonita Vecindad

(estribillo)



(refrão)
Que Bonita Vizinhança
Que Bonita Vizinhança
é a vizinhança do Chaves (Isso, isso, isso, isso)
Não valerá nem meio centavo
mas é bonita de verdade

Meu nome é Chaves


Toda a minha roupa
é um autêntico remendo
As vezes não me lavo
E faço maldades
mas sem querer querendo

(refrão)


http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/quico.jpg

O ricaço é o Quico


Que bochechão
e feio é o pobre menino
Mas a mais esperta
Sem dúvidas
é a tremenda Chiquinha

(refrão)

O professor visita a vila
pra ver se terá casamento
E "Meu Sadruga"¹ não evita
os golpes que Dona Florinda
lhe dá

(refrão)


A Popis é muito boba
A Bruxa do 71
com sua vassoura
E o do tanque o Nhonho,
aquele que do
Senhor Barriga é o rebento

(refrão)


(refrão)
Que bonita a sua roupa
Que roupinha mucho louca
Nela é tudo remendado
Não vale nenhum centavo
Mas agrada a quem olhar.

Eu sou o famoso Chaves,


Todos dizem que minha roupa é remendada.
E faço tremer as bases
Com as minhas peraltices preparadas.

(refrão)


Dizem a todo instante,
Que ele é mais espaçoso
que um trem
Que ela é azucrinante
E tão chata como
ela não há ninguém.

(refrão)


O Professor visita
A vila procurando casamento.
E o seu Madruga não evita
Levar um tabefe a todo momento.

Que bonita a sua roupa


Que roupinha mucho louca
zás zás e então
eu chegava e zás
Nela é tudo remendado
Não vale nenhum centavo
Mas agrada a quem olhar.

A Pópis é muito boba.


Pra Dna. Clotilde só falta uma escova.
O Nhonho não se manca,
E o Seu Barriga leva sempre uma bronca.

(refrão)




http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/diego_torres.jpg

Diego Torres

Diego Antonio Caccia Torres
Origen del cantante: Buenos Aires, Argentina
Nacimiento: 9 de marzo de 1971



Color Esperanza

Cor Esperança

http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/esperanza.jpg

Composición:Diego Torres, Cachorro López y Coti Sorokin
Album: Un Mundo Diferente
Año: 2001
Curiosidad: Un mundo diferente es un disco de puro optimismo. Editado en uno de los momentos más duros de la Argentina (la crisis social generalizada), sus letras llaman a creer en que se puede mejorar.




Sé que hay en tus ojos con solo mirar
que estas cansado de andar y de andar
y caminar girando siempre en un lugar.

Sé que las ventanas se pueden abrir,


cambiar el aire depende de ti,
te ayudará vale la pena una vez más.

(estribillo)


Saber que se puede, querer que se pueda
quitarse los miedos, sacarlos afuera,
pintarse la cara color Esperanza,
tentar al futuro con el corazón.

Es mejor perderse que nunca embarcar


mejor tentarse a dejar de intentar
aunque ya ves que no es tan fácil empezar

Sé que lo imposible se puede lograr


que la tristeza algún día se irá
y así será, la vida cambia y cambiará

Sentirás que el alma vuela


por cantar una vez más

(estribillo)


Saber que se puede querer que se pueda
quitarse los miedos, sacarlos afuera
pintarse la cara color esperanza
tentar al futuro con el corazón (x2)

Vale más poder brillar


que solo buscar ver el sol

Pintarse la cara color esperanza


tentar al futuro con el corazón

Saber que se puede,


querer que se pueda,
pintarse la cara color esperanza,
tentar al futuro con el corazón.

(estribillo)

Saber que se puede,
querer que se pueda,
pintarse la cara color esperanza,
tentar al futuro con el corazón.

(estribillo)



Sei, tá nos teus olhos, é só te olhar,
Que estás cansado de andar e andar,
e caminhar sem nunca chegar a um lugar.

Sei que as janelas podem se abrir,


mudar os ares só depende de ti,
te ajudará, vale a pena uma vez mais.

(refrão)
Saber que se pode, querer que seja possível,


livrar-se dos medos, jogá-los fora,
pintar sua cara com a cor Esperança,
tocar o futuro com o coração.

É melhor perde-se que nunca embarcar,


melhor tentar que deixar de tentar,
embora já vês que não é não fácil começar.

Sei que o impossivel se pode alcançar,


que a tristeza algum dia se irá,
e assim será, a vida muda e mudará.

sentirás que a alma voa,


por cantar uma vez mais

(refrão)


Saber que se pode, querer que seja possível,
livrar-se dos medos, jogá-los fora,
pintar sua cara com a cor Esperança,
tocar o futuro com o coração (x2)

Mais vale poder brilhar


do que somente procurar ver o sol

Pintar sua cara com a cor Esperança,


tocar o futuro com o coração.

Saber que se pode,


querer que seja possível,
pintar sua cara com a cor Esperança,
tocar o futuro com o coração.

(refrão)


Saber que se pode,
querer que seja possível,
pintar sua cara com a cor Esperança,
tocar o futuro com o coração.

(refrão)



Compartir con tus amigos:
1   2   3   4   5   6


La base de datos está protegida por derechos de autor ©composi.info 2017
enviar mensaje

    Página principal