Músicas hispanas alejandro Sanz



Descargar 260.42 Kb.
Página1/6
Fecha de conversión28.10.2018
Tamaño260.42 Kb.
  1   2   3   4   5   6

MÚSICAS HISPANAS

Alejandro Sanz




Corazón Partío

http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/corazon1.jpg

Coração Partido

Composición: Alejandro Sanz
Album: Más
Año: 1997
Curiosidad: Esta canción estuvo 70 semanas en las carteleras de música radial a nivel mundial. En Brasil, fue parte de la banda sonora internacional de la telenovela Torre de Babel (1998).

Tiritas pa este corazón partío.
Tiritas pa este corazón partío.
(pa este corazón)

Ya lo ves, que no hay dos sin tres,


que la vida va y viene y que no se detiene...
Y, qué sé yo
Pero miénteme aunque sea,
dime que algo queda
entre nosotros dos, que en tu habitación
nunca sale el sol,
no existe el tiempo ni el dolor.

Llévame si quieres a perder,


a ningún destino, sin ningún por qué.

Ya lo sé, que corazón que no ve,


es corazón que no siente,
el corazón que te miente amor.
Pero, sabes que en lo más profundo de mi alma,
sigue aquel dolor por creer en ti,
¿Qué fue de la ilusión y de lo bello que es vivir?

¿Para qué me curaste cuando estaba herido,


si hoy me dejas de nuevo con el corazón partío?

(estribillo)


¿Quién me va a entregar sus emociones?
¿Quién me va a pedir que nunca le abandone?
¿Quién me tapará esta noche si hace frío?
¿Quién me va a curar el corazón partío?
¿Quién llenará de primaveras este enero,
y bajará la luna para que juguemos?
Dime, si tú te vas, dime cariño mío,
¿Quién me va a curar el corazón partío?

Tiritas pa este corazón partío.


Tiritas pa este corazón partío.
(pa este corazón)

Dar solamente aquello que te sobra,


Nunca fue compartir, sino dar limosna, amor.
Si no lo sabes tú, te lo digo yo.
Después de la tormenta siempre llega la calma,
Pero, sé que después de ti,
Después de ti no hay nada.

Para qué me curaste cuando estaba herío,


Si hoy me dejas de nuevo con el corazón partío.

(estribillo)


¿Quién me va a entregar sus emociones?
¿Quién me va a pedir que nunca le abandone?
¿Quién me tapará esta noche si hace frío?
¿Quién me va a curar el corazón partío?
¿Quién llenará de primaveras este enero,
y bajará la luna para que juguemos?
Dime, si tú te vas, dime cariño mío,
¿Quién me va a curar el corazón partío?

Curativos para este coração partido.
Curativos para este coração partido.
(para este coração)

Você pode ver, que não existem dois sem três,


que a vida vai e vem e que não se detém...
E, o que sei eu?
Mas minta para mim, ainda que seja,
diga-me que resta algo
Entre nós dois, que em seu quarto
nunca sai o sol,
não existe o tempo nem a dor.

Leve-me se você quiser, a perder,


a nenhum destino, sem nenhum por quê.

Eu já sei que o coração que não vê


é coração que não sente
o coração que te mente amor.
Mas você sabe que no fundo da minha alma,
Continua aquela dor por crer em você,
O que aconteceu da ilusão
e da beleza que é viver?

Para que me curaste quanto estava ferido


se hoje me deixa de novo com o coração partido?

(refrão)


Quem vai me entregar suas emoções?
Quem vai me pedir que nunca lhe abandone?
Quem me cobrirá essa noite se fizer frio?
Quem vai curar meu coração partido?
Quem encherá de primaveras este janeiro,
E baixará a lua para que brinquemos?
Diga-me, se tu vais, diga-me, carinho meu,
Quem me vai curar o coração partido?

Curativos para este coração partido


Curativos para este coração partido
(para este coração)

Dar somente aquilo que te sobra


Nunca foi compartilhar, e sim dar esmola, amor.
Se você não sabe, posso lhe dizer.
Depois da tormenta, sempre vem a calmaria.
Mas eu sei que depois de você,
Depois de você não há nada

Para que me curaste quanto estava ferido


Se hoje me deixa de novo com o coração partido

(refrão)
Quem vai me entregar suas emoções?


Quem vai me pedir que nunca lhe abandone?
Quem me cobrirá essa noite se fizer frio?
Quem vai curar meu coração partido?
Quem encherá de primaveras este janeiro,
E baixará a lua para que brinquemos?
Diga-me, se tu vais, diga-me, carinho meu,
Quem me vai curar o coração partido?

Amaral




Días de Verano Dias de Verão

http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/verano.jpg

Composición: Amaral
Album: Pájaros en la cabeza
Año: 2005
Curiosidad: Pájaros en la cabeza es el cuarto álbum de estudio del dúo, formado por Eva Amaral y Juan Aguirre.




No quedan días de verano para pedirte perdón
para borrar del pasado
el daño que te hice yo
Sin besos de despedida y sin palabras bonitas
porque te miro a los ojos y no me sale la voz

(estribillo)


Si pienso en ti siento que esta vida no es justa
Si pienso en ti y en la luz
de esa mirada tuya

No quedan días de verano, el viento se los llevó


un cielo de nubes negras cubría el último adiós
Fue sentir de repente tu ausencia
como un eclipse de sol
¿Por qué no vas a mi vera?

(estribillo)


Si pienso en ti siento que esta vida no es justa
si pienso en ti y en la luz de esa mirada tuya
esa mirada tuyaaaa...

Es de esos días de verano


vivo en el reino de soledad
Nunca vas a saber como me siento
Nadie va a adivinar
como te recuerdo

(estribillo)


Si pienso en ti siento que esta vida no es justa
si pienso en ti...
esa mirada tuya (x2)
No quedan días de verano (x4)

Não restam dias de verão para te pedir desculpa
para apagar do passado
o dano que eu te fiz
Sem beijos de despedida e sem palavras bonitas
porque eu te olho nos olhos e não me sai a voz

(refrão)
Se penso em você sinto que essa vida não é justa


Se penso em você e na luz
desse seu olhar

Não restam dias de verão, o vento os levou


um céu de nuvens negras cobria o último adeus
Foi sentir de repente tua ausência
como um eclipse do sol
Por que você não vem pra perto de mim?

(refrão)
Se penso em você sinto que essa vida não é justa


se penso em você e na luz desse seu olhar
esse seu olhaaar...

É desses dias de verão


vivo no reino da solidão
Você nunca vai saber como eu me sinto
Ninguém nunca vai adivinhar
como eu lembro de você

(refrão)
Se penso em você sinto que essa vida não é justa


se penso em você...
esse seu olhar (x2)
Não restam dias de verão (x4)

http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/bajofondo.jpg

Bajofondo

Origen del grupo musical: es la fusión de varios músicos contemporáneos cuyo denominador común es la confluencia en el Río de La Plata, 4 músicos uruguayos y 4 músicos argentinos.
Año de formación del grupo: 2002



El Mareo A Náusea
con participación del cantante Gustavo Cerati


http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/gustavo_cerati.jpg
Gustavo Cerati, cantante argentino

Composición: J. Campodónico - F. Santullo
Album: Mar Dulce
Año: 2007
Curiosidad: La propuesta del album, esencialmente, consiste en fusionar tango con otras músicas, especialmente electrónica.




Avanzo y escribo
decido el camino
las ganas que quedan se marchan
con vos

Se apaga el deseo


ya no me entrenvero
y hablar eso
que se me iba
mejor

(estribillo)


Con los ojos no te veo
sé que se me viene el mareo
y es entonces
cuando quiero salir a caminar (x2)

El agua me ciega


hay vidrio en la arena
ya no me da pena
dejarte un adios

Asi son las cosas


amargas borrosas
son fotos veladas
de un tiempo mejor

(estribillo x2)

El aire me ciega
hay vidrio en la arena
ya no me da pena
dejarte un adios

Asi son las cosas


amargas borrosas
son fotos veladas
de un tiempo mejor

(estribillo x2)



Avanço e escrevo
decido o caminho
a vontade que resta marcha
com você

Se apaga o desejo


já não me entrevejo
e falar isso
que me sentava
melhor

(refrão)
Com os olhos não te vejo


sei que me vem a náusea
e é então
quando quero sair para caminhar (x2)

A água me cega


há vidro na areia
já não me dá pena
deixar-te um adeus

Asim são as coisas


amargas confusas
são fotos veladas
de um tempo melhor

(refrão x2)

O ar me cega
há vidro na areia
já não me dá pena
deixar-te um adeus

A água me cega


há vidro na areia
já não me dá pena
deixar-te um adeus

(refrão x2)





http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/julieta_venegas.jpg

Julieta Venegas






Pa'bailar (Siempre Quiero Más) Pra Dançar (Sempre Quero Mais)

Julieta participa del album del Grupo
Bajofondo com esta canción
Album: Mar Dulce
Año: 2008




Esto está bueno pa bailar!

No sé dónde acomodarte


No sé de qué color pintarte
No sé muy bien que nombre darte
Si te veo por la calle

(estribillo) Pero sé que tú


Me miras a los ojos y es algo único
Sé que yo siempre quiero más

Lo quiero hacer es salir


a bailar un poco (a bailar un poco)
(a bailar)

No sé porque si fue solo un instante


Se niega el tiempo a borrarte
Fue una fina sombra que dejaste
Algo hermoso inexplicable

(estribillo) Pero sé que tú


Me miras a los ojos es algo único
Sé que yo siempre quiero más

Lo quiero hacer es salir


a bailar un poco (a bailar un poco)
En realidad me gustas
pa bailar un poco (a bailar un poco)

(estribillo) Sé que tú


Me miras a los ojos y es algo único
Sé que yo siempre quiero más
Sé que tú
Me miras a los ojos y es algo único
Sé que yo siempre quiero más

Te quiero cerca pa tocarte y pa bailar


Te quiero cerca pa sentirte pa bailar

(estribillo x3)



Isto está bom pra dançar!

Não sei onde te acomodar


Não sei de que cor te pintar
Não sei muito bem que nome te dar
Se te vejo pela rua

(refrão) Mas sei que você


Me olha nos olhos e é algo único
Sei que eu sempre quero mais

O quero fazer é sair


pra dançar um pouco (pra dançar um pouco)
(pra dançar)

Não sei porque se foi só um instante


O tempo se nega a te apagar
Foi uma fina sombra que você deixou
Algo belo inexplicável

(refrão) Mas sei que você


Me olha nos olhos e é algo único
Sei que eu sempre quero mais

O quero fazer é sair


pra dançar um pouco (pra dançar um pouco)
Na verdade eu gosto de
sair pra dançar um pouco (pra dançar um pouco)

(refrão) Sei que você


Me olha nos olhos e é algo único
Sei que eu sempre quero mais
Sei que você
Me olha nos olhos e é algo único
Sei que eu sempre quero mais

Te quero perto pra te tocar e pra dançar


Te quero perto pra te sentir pra dançar

(refrão x3)





http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/camela.jpg


Camela


Origen del Trío: San Cristóbal de Los Angeles, barriada de Madrid, España
Año de formación del trío: 1994

Amor Callado Amor calado

Composición: Ana Gabriel


Album: Amor.com (Amor punto com)
Año: 2001




No sé si se notará en mis ojos
No sé si alguien más se ha dado cuenta
Sólo sé que me estoy volviendo loco
Porque ahora nada me consuela

Que la quiero


Y eso bien lo sabe el cielo
pero no se lo demuestro
Se lo digo sin hablar

Y me muero


Lentamente y en silencio
Ella que no se da cuenta
Y así un día y otro más

(estribillo) Yo no comprendo este amor callado


no digo nada y vivo enamorado
Y poco a poco me voy consumiendo
por su amor(x2)

No sé lo que en esta vida llegaré a olvidar


Pero a ti siempre te recordaré

Yo te quiero


Y eso bien lo sabe el cielo
Pero no te lo demuestro,
Te lo digo sin hablar,
Y me muero
Lentamente y en silencio

Y tú no te das ni cuenta


Y así un día y otro más.

(estribillo) Yo no comprendo este amor callado


no digo nada y vivo enamorado
Y poco a poco me voy consumiendo
por su amor
Yo no comprendo este amor callado
No digo nada y vivo enamorado
Y poco a poco me voy consumiendo...(x2)

Por su amor.



Não sei se será notado em meus olhos
Não sei se alguém mais se deu conta
Só sei que estou ficando louco
Porque agora nada me consola

Que a quero


E disso o céu sabe bem
Mas eu não demonstro
Eu digo sem falar

E eu morro


Lentamente e em silêncio
Ela que não se dá conta
E assim um dia e outro mais

(refrão) Eu não compreendo este amor calado,


não digo nada e vivo apaixonado
E pouco a pouco vou me consumindo
Por seu amor (x2)

Não sei o que nesta vida chegarei a esquecer,


Mas de você eu sempre lembrarei

Eu te quero


E disso o céu sabe bem
Mas não te demonstrou
Te digo sem falar
E eu morro
Lentamente e em silêncio

E você nem se dá conta


E assim um dia e outro mais

(refrão) Eu não compreendo este amor calado,


não digo nada e vivo apaixonado
E pouco a pouco vou me consumindo
Por seu amor
(refrão) Eu não compreendo este amor calado,
não digo nada e vivo apaixonado
E pouco a pouco vou me consumindo... (x2)

Por seu amor.





http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/camila.jpg

Camila

Origen del grupo musical: México / Anõ de formación del grupo: 2005





Abrazame

http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/abrazame.jpg

Abraça-me

Composición: Thullio / Album: Todo Cambió / Año: 2006
Curiosidad: En 2008, Camila hizo una nueva versión de esta canción, en dueto con la cantante brasileña Wanessa Camargo.

Tienes que saber que es lo último que pido
que estoy desesperado y según mis latidos
no me queda mucho tiempo a mi favor
Y antes de perder de vista mi camino
quiero mirarte un poco y soñar que el destino
es junto a ti mi amor

Quédate un segundo aquí a hacerme compañía


y quédate tantito más quiero sentirte mía

(estribillo)


Y abrázame
y abrázame
y abrázame
y abrázame

Hoy me he dado cuenta que no había sentido


tanto miedo antes que yo no decido
que Dios va a ser mejor
Y antes de perder de vista mi camino
quiero mirarte un poco y soñar que el destino es junto a ti mi amor

Quédate un segundo aqui a hacerme compañia


y quédate tantito más quiero sentirte mía

(estribillo)

No, no, no y abrázame.

Dame una razón para quedarme


yo no quiero tu compasión
Quiero que estés conmigo
hasta que me haya ido

(estribillo)

Y abrázame
(Dame una razón para quedarme sólo dame una razón)
Y abrázame
(Dame una razón solo dame, dame solo una razón)
Y abrázame
(Dame una razón para quedarme yo no quiero tu compasión)
Y abrázame
(Dame una razón, sólo dame una razón )

Tienes que saber que es lo último que pido


que estoy desesperado y según mis latidos
no me queda mucho tiempo a mi favor

Tem que saber que é a ultima coisa que peço
que estou desesperado e segundo minhas batidas
não me resta muito tempo a meu favor
E antes de perder de vista meu caminho
quero te olhar um pouco e sonhar que o destino
é junto a ti, meu amor

Fica um segundo aqui me fazendo companhia


e fique um pouquinho mais quero te sentir minha

(refrão)
E abraça-me


e Abraça-me
e abraça-me
e abraça-me

Hoje me dei conta que nunca havía sentido


tanto medo antes que eu não percebi,
que, Deus, vai ser melhor
E antes de perder de vista meu caminho
quero te olhar um pouco e sonhar que o destino
é junto a ti, meu amor

Fica um segundo aqui me fazendo companhia


e fique um pouquinho mais quero te sentir minha

(refrão)


Não, não, não e abraça-me

Dê-me uma razão para ficar


eu não quero sua compaixão
Quero que esteja comigo
até que eu já tenho ido

(refrão)


E abraça-me
(dê-me uma razão para ficar, só dê-me, uma razão)
E abraça-me
(dê-me uma razão para ficar, só dê-me de uma razão)
E abraça-me
(Dê-me uma razão para ficar eu não quero sua compaixão)
E abraça-me
(dê-me uma razão para ficar, só dê-me, uma razão)

Tem que saber que é a ultima coisa que peço


que estou desesperado e segundo minhas batidas
não me resta muito tempo a meu favor



http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/charly_garcia.jpg

Charly García

Carlos Alberto García Lange
Origen del cantante: Buenos Aires, Argentina / Nacimiento: 23 de octubre de 1951



Buscando un Símbolo de Paz Procurando um Símbolo de Paz

http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/paz.gif

Composición: Charly Garcia
Album: Parte de la Religión
Año: 1987
Curiosidad: Charly García es conocido por sus numerosos escándalos públicos. Los más recurrentes fueron aquellos donde el músico ha abandonado recitales en medio de su desarrollo por la mala calidad del sonido.




Estás buscando un viejo camisón
estás buscando alguna religión
estás buscando un símbolo de paz.
Estás buscando un incienso ya
estás buscando un sueño en el placard.
Estás buscando un símbolo de paz.

Y damos vueltas a la heladera


y solo queda un limón sin exprimir
nos divertimos en primavera
y en invierno nos queremos morir.

Estás buscando un porro de papá


estás buscando un saco de mamá
porque si nada queda nada da.
Estás buscando un incienso ya
estás buscando un sueño en el placard
estás buscando un símbolo de paz.

Y damos vuelta a la discoteca


y ya no quedan ganas de sonreir
nos divertimos en primavera y en invierno nos queremos morir.

Será porque nos queremos sentir bien


que ahora estamos bailando entre la gente
será porque nos queremos sentir bien
que ahora todo suena diferente.

Estás buscando un símbolo de paz.

Estás buscando un símbolo de paz.

Y damos vueltas a la heladera


y solo queda un limón sin exprimir
nos divertimos en primavera
y en invierno nos queremos morir.

Será porque nos queremos sentir bien


que ahora estamos bailando entre la gente
será porque nos queremos sentir bien
que ahora todo suena diferente.

Estás procurando uma velha camisola
estás procurando alguma religião
estás procurando um símbolo do que paz.
Estás procurando um incenso já
estás procurando um sonho num armário.
Estás procurando um símbolo de paz.

E damos voltas até a geladeira


e resta apenas um limão sem expremer
nos divertimos na primavera
e no inverno nós queremos morrer.

Estás procurando um cigarro de papai


estás procurando uma bolsa de mamãe
porque se nada resta nada dá.
Estás procurando um incenso já
estás procurando um sonho num armário.
Estás procurando um símbolo de paz.

E damos voltas até a discoteca


e já não resta vontade de sorrir
nos divertimos na primavera
e no inverno nós queremos morrer.

Será porque queremos nos sentir bem


que agora estamos dançando entre as pessoas
erá porque queremos nos sentir bem
que agora tudo soa diferente.

Estás procurando um símbolo de paz.

Estás procurando um símbolo de paz.

E damos voltas até a geladeira


e resta apenas um limão sem expremer
nos divertimos na primavera
e no inverno nós queremos morrer.

Será porque queremos nos sentir bem


que agora estamos dançando entre as pessoas
erá porque queremos nos sentir bem
que agora tudo soa diferente.



http://www.soespanhol.com.br/conteudo/musicas/figuras/fito_paez.jpg

Fito Páez


Compartir con tus amigos:
  1   2   3   4   5   6


La base de datos está protegida por derechos de autor ©composi.info 2017
enviar mensaje

    Página principal